Logo do SPC Brasil
Supere o endividamento com estratégias eficazes. Controle financeiro para uma vida livre de preocupações. Transforme sua situação agora!

Endividamento: reunimos tudo o que você precisa saber

O endividamento da família brasileira está chegando a 78% — é o que aponta uma pesquisa de 2023 do SPC Brasil em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, alerta que “quanto maior for a parte da renda familiar comprometida com dívidas, menor é a flexibilidade no orçamento e maior a chance de cair na inadimplência”, que é uma consequência dele.

Sabemos que os números assustam, mas é por isso que você pode contar com o Blog SPC Brasil: além de dicas e estratégias de saúde financeira, aqui você encontra as melhores soluções para cuidar do seu CPF e evitar o endividamento financeiro. Vamos lá?

O que é endividamento?

Vamos começar pelo básico: endividamento não é igual a ter contas atrasadas ou acumuladas.

O endividamento existe quando há empréstimos em aberto e compras parceladas no cartão de crédito, parcelas de empréstimos ou até mesmo boletos. Ainda que os pagamentos não estejam atrasados, são considerados dívidas.

Estar nessa situação significa que a renda do consumidor está comprometida por um período específico e pré-determinado.

E quais são as consequências dessa situação?

Principais impactos do endividamento

Para o consumidor, o impacto é grande: além da perda de patrimônio, ele pode impactar a vida social com grandes mudanças nos hábitos de consumo.

Quanto maior for o endividamento, maior pode ser o impacto no custo do crédito e nos riscos para concessão de crédito. Isso significa que além de ficar mais complicado conseguir crédito para compras, a aprovação de empréstimos também pode ficar mais difícil.

Qual é a diferença entre endividamento e inadimplência?

Se você já se perguntou o que é, com certeza quer entender a diferença entre ele e a inadimplência! Veja como diferenciar os dois:

Endividamento

Ele acontece quando o consumidor faz uma compra ou empréstimo e se compromete com o pagamento de parcelas futuras. Neste caso, o consumidor está em situação de endividamento, não em inadimplência.

Inadimplência

Consumidores com contas vencidas e atrasadas são considerados inadimplentes. Muito diferente do endividamento financeiro, a inadimplência pode gerar registro nos órgãos de proteção ao crédito (como o SPC Brasil) e restrições de crédito.

Consulte seu CPF e confira se existem registros de dívidas no SPC Brasil: clique aqui!

Quais são as principais causas do endividamento?

Ele pode ter consequências negativas para a saúde financeira. Confira as principais causas e esteja alerta para não ficar no vermelho:

Falta de controle financeiro

A falta de controle financeiro é uma das principais causas. Se você ainda não tem um planejamento financeiro organizado, acesse a categoria Educação financeira do Blog SPC Brasil e conheça as melhores dicas de organização.

Empréstimos e financiamentos mal planejados

Solicitar um empréstimo ou fazer um financiamento pode ser necessário na hora de realizar um sonho, mas lembre-se que ele também pode contar com planejamento.

Comprometa apenas uma parte da sua renda — e certifique-se de que conseguirá arcar com os pagamentos. Assim, você evita juros e possíveis renegociações.

Redução de renda

A redução da renda média familiar e o aumento do acúmulo de dívidas podem ocasionar a inadimplência. Para evitar ficar no vermelho, que tal começar uma reserva de emergência?

Conte com as dicas para economizar dinheiro do Blog SPC Brasil: acesse a categoria Educação Financeira.

Pouco conhecimento financeiro

Nem todas as pessoas nessa situação financeira conseguem construir uma boa relação com o dinheiro — e isso acontece porque ainda não aprenderam como lidar com as finanças?

Conheça mais sobre seu CPF com as soluções de consulta e monitoramento do SPC Brasil: clique aqui!

Desemprego

O desemprego também está entre as principais causas. Para manter a calma durante situações como essas, garanta um planejamento financeiro estratégico e uma reserva financeira para emergências?

Agora que você conhece as principais causas do endividamento, está na hora de conferir as melhores dicas para fugir dele!

Dicas para fugir do endividamento

Fugir dele nem sempre é fácil, mas reunimos aqui dicas importantes pra te ajudar nessa missão:

Faça o controle de despesas

Saiba quanto você recebeu, quanto você gastou e quanto do seu dinheiro está comprometido. Listar as despesas fixas e variáveis é um ótimo começo para iniciar um controle de despesas.

Conheça as suas dívidas

O dinheiro está sendo gasto com quais compras? O hábito de conferir os gastos da sua fatura pode ajudar a conhecer melhor as dívidas. Assim, além de lidar melhor com o dinheiro, você terá mais informações para administrar as finanças.

Corte gastos desnecessários

Depois de conhecer as dívidas, é hora de revisar: quais gastos são realmente necessários e quais você pode cortar? Nos períodos mais difíceis, o ideal é evitar gastos que você pode deixar para depois.

Monte uma reserva de emergência

A reserva de emergência será sua melhor amiga naquele momento de endividamento ou inadimplência. Faltou dinheiro para um pagamento e a taxa de juros é muito alta? Use a reserva para pagar! Ainda não tem uma reserva? Inclua no seu planejamento financeiro.

Renegocie as suas dívidas

A taxa e as tarifas de renegociação podem ser muito menores do que os juros rotativos da dívida. Não consegue fazer o pagamento e não tem uma reserva de emergência? Entre em contato com o credor e solicite uma renegociação.

Importante lembrar:

⦁ O superendividamento ocorre quando o consumidor, pessoa física, não consegue cumprir com os seus compromissos financeiros sem que haja um comprometimento de renda mínima existencial;

⦁ A Lei do Superendividamento (Lei nº 14.181/2021), que entrou em vigor em 02 de julho de 2021, alterou o Código de Defesa do Consumidor (CDC), criando regras específicas sobre a oferta de crédito, novos tipos de práticas abusivas e procedimentos de renegociação de dívidas para o consumidor. A lei é aplicável somente para um grupo determinado de pessoas — que cumprem os pré-requisitos e podem contar com oportunidades de negociação específicas;

⦁ Em 26 de julho de 2022 foi publicado o decreto nº 11.150, que considera que o mínimo existencial da renda mensal do consumidor equivale a 25% do salário-mínimo vigente na data de publicação;

⦁ Mínimo existencial: é o conjunto básico de direitos fundamentais e sociais que assegura a cada pessoa uma vida digna com saúde, alimentação, educação e outros direitos, conforme disposto no artigo 6º da Constituição Federal.

Precisa de uma ajuda extra pra sair do endividamento? Você pode aproveitar oportunidades como as do Desenrola Brasil, um programa de renegociação de dívidas disponibilizado pelo Governo Federal. Clique aqui para saber mais detalhes!

Sabia que o SPC Brasil tem soluções financeiras pro seu CPF ou CNPJ?

Descubra as soluções financeiras personalizadas oferecidas pelo SPC Brasil para impulsionar sua vida financeira, seja você uma pessoa física ou jurídica. Estamos aqui para ajudar a cuidar melhor do seu CPF ou CNPJ e proporcionar mais facilidade nos processos financeiros. Para conhecer as opções disponíveis, siga os links abaixo:

Pessoa Física: clique aqui e saiba mais!Pessoa Jurídica: clique aqui e conheça as soluções!

Garanta mais saúde financeira para você

Agora que você sabe mais sobre endividamento e conhece as diferenças entre ele e a inadimplência, é só cuidar com atenção das finanças!

Quer ajuda nos próximos passos? Acompanhe o Blog SPC Brasil e fique por dentro de todas as dicas de saúde financeira. Caso prefira, você também pode seguir o nosso Instagram, @spcbrasil_oficial.

Voltamos em breve!

08/03/2024

    Acesso rápido

  1. Endividamento: reunimos tudo o que você precisa saber
  2. O que é endividamento?
  3. Principais impactos do endividamento
  4. Qual é a diferença entre endividamento e inadimplência?
  5. Quais são as principais causas do endividamento?
  6. Dicas para fugir do endividamento
  7. Importante lembrar:
  8. Garanta mais saúde financeira para você

Assuntos relacionados

Blog SPC Brasil: mais conhecimento, saúde financeira e informação de qualidade pra você!

Leia este texto e veja como sair das dívidas em 10 passos simples, o que priorizar na hora de quitar as dívidas, como lidar com o cartão e muito mais!

Como Sair das Dívidas? 10 Dicas para te tirar do vermelho

08/07/2024

Leia este texto e veja como sair das dívidas em 10 passos simples, o que priorizar na hora de quitar as dívidas, como lidar com o cartão e muito mais!

O score de crédito avalia o seu histórico financeiro para dizer se você um bom pagador. A pontuação do score de crédito é muito importante. Saiba tudo aqui!

Score de crédito: o que é, como funciona e para que serve

18/01/2024

E aí, quando foi a última vez que você consultou seu Score de Crédito? Fazer essa consulta é o primeiro passo para entender se você tem muitas ou poucas chances de conseguir crédito para empréstimos e financiamentos. Hoje mostraremos como o Score de Crédito pode ser a chave para abrir portas incríveis ou trancar algumas oportunidades.

Organização financeira é a virada de chave para uma vida melhor: trouxemos 10 dicas de organização financeira que realmente fazem a diferença. Confira!

Organização financeira: 10 dicas de quem entende do assunto

11/01/2024

E aí, como estão as suas finanças hoje? Com certeza você já se perguntou “como ter uma vida financeira organizada” ou “como ter um planejamento financeiro pessoal”. A verdade é que imprevistos acontecem e para passar por eles, só com muita organização. Se você quer dicas para equilibrar as coisas, pegue seu caderninho de anotações e vem com a gente: o SPC Brasil te ajuda com dicas de organização financeira.