Logo do SPC Brasil
Entenda como incluir os dependentes no imposto de renda, quanto pode ser abatido e mais neste texto do SPC Brasil!

Dependentes no Imposto de Renda: tudo o que você precisa saber

No momento de declarar o Imposto de Renda podem surgir diversas dúvidas, principalmente sobre quem pode ser considerado dependente e quais são as regras aplicáveis.

Pensando nisso, o SPC Brasil vai mostrar tudo o que você precisa saber sobre dependentes no Imposto de Renda — desde quem pode ser declarado até as últimas mudanças em 2024. Continue lendo para entender tudo sobre o assunto!

O que são dependentes no Imposto de Renda?

Dependentes são as pessoas que têm suas despesas financeiras sustentadas, ao menos parcialmente, pelo declarante do Imposto de Renda.

São pessoas que, de acordo com a legislação tributária, possuem vínculo de dependência econômica com o contribuinte principal, que é responsável por prover seu sustento.

Essas despesas podem abranger uma variedade de custos como educação, saúde, moradia e outros detalhes essenciais para o dependente.

Quem pode ser declarado dependente no Imposto de Renda?

Para a declaração do Imposto de Renda de 2024, os contribuintes podem incluir como dependentes:

• Cônjuge ou companheiro(a), independente do gênero ou orientação sexual: inclui aqueles com quem o contribuinte tenha um filho ou conviva há mais de cinco anos;

• Filhos ou enteados: até 21 anos de idade, ou até 24 anos se estiverem cursando ensino superior ou escola técnica de segundo grau;

• Filhos ou enteados com deficiência: em qualquer idade, desde que sua remuneração não exceda as deduções previstas em lei;

• Outros familiares sob guarda: irmãos, netos ou bisnetos com até 21 anos, ou até 24 anos se estiverem estudando, desde que o contribuinte tenha detido a guarda judicial até os 21 anos;

• Ascendentes com baixa renda: pais, avós ou bisavós que tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até o limite de R$22.847,76 no ano;

• Menores sob tutela: inclui menores de 21 anos que o contribuinte crie e eduque e que esteja sob sua guarda judicial;

• Dependentes em situação de absolutamente incapazes: pessoas cujo tutor é o declarante.

Estas categorias de dependentes são reconhecidas pela Receita Federal e permitem ao declarante deduzir despesas médicas, educacionais entre outras, reduzindo assim o montante de imposto devido ou aumentando o valor da restituição.

Como funciona a declaração de dependentes no Imposto de Renda?

A inclusão de dependentes na declaração do Imposto de Renda permite ao declarante reduzir a base tributável. Assim poderá diminuir o valor do imposto a ser pago ou aumentará a restituição devida, no caso a que será recebida pelo contribuinte.

Cada dependente adicionado pode reduzir a base de cálculo em aproximadamente R$ 2.275,08. No entanto, é necessário que os dependentes não sejam declarados por outra pessoa e que tenham CPF válido. Nos casos de pais separados, por exemplo, os filhos dependentes devem constar como dependentes somente na declaração do responsável que tenha a guarda.

Qual é a diferença entre dependente e alimentando?

Dependentes são aqueles incluídos na declaração do Imposto de Renda que permitem deduções de base de cálculo, como despesas médicas e educacionais.

Alimentandos, por outro lado, são aqueles para quem o declarante paga pensão alimentícia. Podendo ela ser paga tanto para um filho, quanto para o ex-cônjuge ou ex-companheiro de união estável e entre outros casos previstos em lei.

As despesas pagas aos alimentandos podem ser declaradas integralmente, mas não é possível aplicar a dedução padrão que ocorre com os dependentes.

É crucial não confundir os dois termos, pois as regras fiscais e deduções aplicáveis são diferentes.

Como incluir dependentes na declaração de Imposto de Renda?

Aqui estão os passos para incluir dependentes corretamente e garantir que sua declaração esteja conforme as exigências da Receita Federal:

Passo 1: Obtenha o CPF do dependente

Todos os dependentes incluídos na declaração devem possuir um CPF válido. Este é um requisito obrigatório para a inclusão na declaração de Imposto de Renda, independentemente da idade do dependente.

Passo 2: Reúna documentos comprovatórios

Prepare todos os documentos que comprovem a relação de dependência, como certidões de nascimento ou documentos que atestem a guarda judicial, além de comprovantes de despesas médicas e educacionais, se aplicável.

Passo 3: Preencha a declaração corretamente

Na sua declaração, inclua todas as informações do dependente de forma clara e precisa. Informe os rendimentos recebidos pelo dependente, se houver, pois isso pode influenciar o cálculo do seu imposto devido.

Passo 4: Verifique a necessidade de declaração separada

Se o dependente tiver renda própria que obrigue a entrega de declaração de Imposto de Renda, ele deve fazê-la separadamente. No entanto, você deverá incluir os períodos em que ele foi seu dependente em sua declaração, conforme as regras da Receita Federal.

Quanto é a dedução de cada dependente no Imposto de Renda?

No Imposto de Renda 2024, cada dependente incluído na declaração pode reduzir a base de cálculo do imposto em aproximadamente R$2.275,08. Essa dedução diminui o valor total do imposto devido, podendo resultar em uma economia significativa para o declarante.

Dependentes no Imposto de Renda: dúvidas frequentes

Agora confira algumas perguntas frequentes sobre dependentes no imposto de renda:

Quando o cônjuge não pode ser declarado como dependente?

O cônjuge não pode ser declarado como dependente se já estiver incluído como dependente em outra declaração no mesmo exercício fiscal.

Além disso, se ambos os cônjuges têm renda e optam por declarar separadamente, essa possibilidade também é excluída.

Por que colocar dependentes no imposto de renda?

Incluir dependentes na declaração do imposto de renda permite ao contribuinte reduzir sua base tributável, aproveitando deduções por despesas com saúde, educação e outros gastos dedutíveis que envolvam esses dependentes.

Essa estratégia é essencial para diminuir o montante total do imposto a pagar ou aumentar o valor da restituição.

É necessário declarar no IR os dependentes que trabalham?

Sim, é necessário incluir informações sobre dependentes que trabalham na sua declaração de Imposto de Renda.

Isso inclui seus rendimentos tributáveis, pois esses valores se somam ao do declarante, o que pode alterar a faixa de tributação ou até mesmo reduzir certas vantagens fiscais.

Avaliar corretamente a situação de cada dependente é crucial para evitar pagar mais imposto do que o necessário.

Sogros podem ser declarados como dependentes?

Sogros não podem ser incluídos como dependentes, a não ser que o próprio filho esteja declarando em conjunto com o genro ou nora e não tenham rendimentos, tributáveis ou não, superior ao limite de isenção anual, de R$ 22.847,76.

O SPC Brasil pode me ajudar com a declaração de IR de alguma forma?

Sim! O SPC Brasil disponibiliza diversos tipos de Certificado Digital, que é um documento que valida a sua identidade na internet. Com ele, além de acessar plataformas oficiais com mais segurança, você tem a facilidade de enviar sua Declaração de Imposto de Renda com mais praticidade. Clique aqui para conhecer!

Pronto para declarar seu Imposto de Renda?

Entender as regras e procedimentos relacionados aos dependentes no Imposto de Renda é fundamental para garantir uma declaração precisa e evitar problemas com o fisco.

Ao seguir as orientações fornecidas neste guia, você estará preparado para cumprir suas obrigações fiscais e aproveitar os benefícios disponíveis.

Acesse a editoria de Educação Financeira do Blog SPC Brasil e confira outras dicas como essa!

10/05/2024

    Acesso rápido

  1. Dependentes no Imposto de Renda: tudo o que você precisa saber
  2. O que são dependentes no Imposto de Renda?
  3. Quem pode ser declarado dependente no Imposto de Renda?
  4. Como funciona a declaração de dependentes no Imposto de Renda?
  5. Qual é a diferença entre dependente e alimentando?
  6. Como incluir dependentes na declaração de Imposto de Renda?
  7. Quanto é a dedução de cada dependente no Imposto de Renda?
  8. Dependentes no Imposto de Renda: dúvidas frequentes
  9. Pronto para declarar seu Imposto de Renda?

Assuntos relacionados

Blog SPC Brasil: mais conhecimento, saúde financeira e informação de qualidade pra você!

Clique aqui e veja como incentivar a educação financeira desde muito cedo e criar um filho financeiramente independente!
Educação financeira

Educação Financeira Infantil: como incentivar bons hábitos desde cedo

15/05/2024

Clique aqui e veja como incentivar a educação financeira desde muito cedo e criar um filho financeiramente independente!

Organização financeira é a virada de chave para uma vida melhor: trouxemos 10 dicas de organização financeira que realmente fazem a diferença. Confira!
Educação financeira

Organização financeira: 10 dicas de quem entende do assunto

11/01/2024

E aí, como estão as suas finanças hoje? Com certeza você já se perguntou “como ter uma vida financeira organizada” ou “como ter um planejamento financeiro pessoal”. A verdade é que imprevistos acontecem e para passar por eles, só com muita organização. Se você quer dicas para equilibrar as coisas, pegue seu caderninho de anotações e vem com a gente: o SPC Brasil te ajuda com dicas de organização financeira.

O score de crédito avalia o seu histórico financeiro para dizer se você um bom pagador. A pontuação do score de crédito é muito importante. Saiba tudo aqui!
Crédito

Score de crédito: o que é, como funciona e para que serve

18/01/2024

E aí, quando foi a última vez que você consultou seu Score de Crédito? Fazer essa consulta é o primeiro passo para entender se você tem muitas ou poucas chances de conseguir crédito para empréstimos e financiamentos. Hoje mostraremos como o Score de Crédito pode ser a chave para abrir portas incríveis ou trancar algumas oportunidades.