Logo do SPC Brasil
Leia este texto e veja o que é o crédito rotativo, como ele funciona, os impactos e como utilizar com segurança.

Crédito rotativo: como funciona, quais os impactos e por que evitar

O crédito rotativo é uma facilidade que, se não for utilizada com cuidado e sabedoria, esconde uma armadilha financeira bastante perigosa.

Pensando nisso, hoje o SPC Brasil vai mostrar para você o que é essa modalidade de crédito, quais os seus riscos e quais precauções você deve tomar para evitar problemas.

Continue conosco para entender melhor!

O que é crédito rotativo?

O crédito rotativo é uma modalidade de financiamento associada ao uso do cartão de crédito, oferecida aos usuários que optam por não pagar o valor total da fatura até a data de vencimento.

Ao utilizar essa modalidade de crédito, o titular do cartão escolhe pagar um valor inferior ao total devido, adiando o pagamento do saldo remanescente para o próximo ciclo de faturamento.

Esta opção, embora pareça conveniente à primeira vista, vem acompanhada de taxas de juros significativamente mais altas, gerando um custo adicional para o consumidor.

Fique por dentro das informações sobre seu CPF: faça uma consulta completa com o SPC Brasil clicando aqui!

Como funciona o rotativo do cartão de crédito?

Quando um usuário do cartão de crédito decide fazer uso do crédito rotativo, ele efetua um pagamento mínimo especificado na fatura, deixando um saldo devedor.

Este saldo remanescente é então transferido para o próximo período de faturamento, sobre o qual incidirão juros compostos até que o valor devido seja integralmente quitado.

O funcionamento dessa modalidade de crédito se destaca por sua flexibilidade, permitindo que o consumidor gerencie os pagamentos de acordo com sua situação financeira.

Contudo, os juros compostos podem rapidamente aumentar o montante devido, tornando-o mais difícil de ser liquidado.

Regras do crédito rotativo

Uma mudança significativa nas regras do crédito rotativo veio com a implementação da Lei do Desenrola Brasil (Lei Nº 14.690, de 3 de outubro de 2023).

Esta legislação representa um marco na regulação dos juros sobre essa modalidade do cartão de crédito no Brasil, estabelecendo limites antes inéditos para as taxas de juros cobradas pelas instituições financeiras nesta modalidade de crédito.

Com a nova regra, os juros da fatura no rotativo do cartão de crédito são limitados a 100% do valor original.

Isso significa que se um consumidor possui uma dívida no rotativo de R$100, os encargos por atraso ou extensão do pagamento não podem ultrapassar o valor máximo de R$100.

Dessa forma, o valor total que o devedor poderá vir a pagar é de, no máximo, R$200, independentemente do prazo de inadimplência.

Anteriormente, as taxas de juros no rotativo poderiam alcançar a impressionante marca de 431,6% ao ano.

Isso implicava que uma dívida de R$100 no cartão de crédito, após 12 meses sem pagamento, poderia se transformar em uma dívida de R$531,60.

Este cenário colocava muitos consumidores numa situação financeira delicada, dificultando a quitação de dívidas e promovendo um ciclo vicioso de endividamento.

A Lei do Desenrola Brasil surge, então, como uma resposta direta a essa problemática, buscando proteger o consumidor e promover uma maior justiça financeira.

Limitando os juros a 100%, espera-se que os consumidores tenham mais controle sobre suas finanças e possam gerenciar suas dívidas de maneira mais eficaz, evitando o superendividamento e contribuindo para uma economia mais estável e justa.

Impactos negativos do crédito rotativo

O rotativo do cartão de crédito pode ter vários impactos negativos na sua saúde financeira, como, por exemplo:

• Juros muito altos: as taxas de juros são significativamente mais altas em comparação com outras formas de crédito, o que pode aumentar rapidamente o montante devido.

• Endividamento: o uso frequente do rotativo pode levar a um ciclo de dívidas difícil de quebrar, afetando sua capacidade de cumprir com outras obrigações financeiras;

• Pontuação de crédito: o uso excessivo e o não pagamento oportuno do saldo devedor podem impactar negativamente sua pontuação de crédito, dificultando a obtenção de financiamentos futuros.

Como evitar o crédito rotativo?

Entender como evitar cair no ciclo vicioso do rotativo no cartão de crédito é essencial para manter sua saúde financeira e garantir um bom relacionamento com o mercado de crédito.

Aqui estão algumas estratégias eficazes para evitar o uso da modalidade rotativa e manter suas finanças em dia:

Controle os gastos

A primeira e mais importante estratégia para evitar o crédito rotativo é ter um controle rigoroso sobre seus gastos, isto é, viver dentro de suas possibilidades e evitar compras impulsivas ou desnecessárias.

Crie um orçamento mensal que contemple todas as suas despesas fixas e variáveis e se comprometa a segui-lo.

O uso de aplicativos de gestão financeira pode ser um grande aliado nesse processo, permitindo que você visualize em tempo real onde seu dinheiro está sendo investido.

Atente-se às parcelas das suas compras

Compras parceladas podem facilmente sair do controle e levar ao acúmulo de dívidas, principalmente se você não tem um acompanhamento claro de quantas parcelas ainda tem a pagar e de seus valores.

Antes de optar por parcelar uma compra, avalie a necessidade real do produto ou serviço e se as parcelas caberão confortavelmente em seu orçamento mensal.

Dê preferência a parcelamentos sem juros e sempre anote ou utilize um gerenciador de despesas para não perder o controle.

Tente pagar o valor integral da fatura

Pagar apenas o mínimo da fatura do cartão de crédito é um dos principais gatilhos para o endividamento no rotativo.

Sempre que possível, esforce-se para pagar o valor integral da fatura antes da data de vencimento.

Essa prática não apenas evita juros altíssimos da modalidade rotativa, mas também ajuda a construir um bom histórico de crédito.

Se estiver enfrentando dificuldades para cobrir o valor total, entre em contato com sua operadora de cartão para negociar um parcelamento da dívida com juros mais baixos.

Evite emprestar o cartão

Emprestar seu cartão de crédito a terceiros pode parecer um gesto de confiança, mas traz riscos significativos para o seu controle financeiro.

Você se torna responsável por quaisquer dívidas acumuladas, o que pode levar rapidamente ao uso do rotativo.

Mantenha o controle do uso do seu cartão e, caso necessário, oriente amigos ou familiares sobre outras formas de conseguir crédito de maneira responsável.

Utilize o cartão de crédito com moderação

O cartão de crédito é uma ferramenta poderosa para o gerenciamento financeiro quando usado com sabedoria. Ele pode oferecer benefícios como milhas aéreas, pontos e segurança em compras online. Contudo, seu uso deve ser moderado.

Reserve o cartão para despesas planejadas ou emergências e evite utilizá-lo para gastos diários ou supérfluos.

Lembre-se de que cada compra aumenta o saldo da fatura, e o objetivo é mantê-la num nível que você possa pagar integralmente no fim do mês.

Crédito rotativo: dúvidas frequentes

Agora veja algumas respostas rápidas para dúvidas frequentes sobre o crédito rotativo:

O que acontece se não pagar o crédito rotativo?

Ao não pagar o rotativo, você incide em juros elevados sobre o saldo devedor.

Além disso, seu histórico de crédito pode ser negativamente afetado, dificultando a obtenção de empréstimos ou financiamentos no futuro.

Crédito rotativo ou parcelamento da fatura: qual a melhor opção?

Parcelamento da fatura é geralmente a melhor opção, pois oferece taxas de juros menores em comparação ao crédito rotativo.

Além disso, o parcelamento proporciona um plano de pagamento definido, ajudando no controle financeiro.

Como calcular o crédito rotativo?

O cálculo do crédito rotativo envolve aplicar a taxa de juros sobre o saldo devedor não pago da fatura do cartão.

As taxas variam conforme a instituição financeira, por isso é importante consultar seu contrato de cartão de crédito para entender a taxa específica aplicada.

A modalidade de crédito rotativo vai acabar?

Não há indicações oficiais de que a modalidade rotativa de crédito vá acabar. As regulamentações estão passando por mudanças para proteger os consumidores — com ajustes nas taxas de juros e prazos — mas a modalidade em si tende a continuar existindo como opção de crédito.

Não sabe se tem dívidas registradas ou quer conferir a situação do CPF antes de utilizar o crédito do cartão? Faça uma consulta completa no SPC Brasil clicando aqui!

Cuide do seu nome estando atento ao crédito rotativo

Embora o crédito rotativo ofereça uma solução temporária para fluxos de caixa apertados, seu custo a longo prazo pode ser substancialmente prejudicial à sua saúde financeira.

É crucial utilizar essa opção de crédito com cautela, priorizando sempre o pagamento total da fatura e, quando necessário, optando por alternativas de financiamento com juros mais baixos.

Lembre-se, a chave para uma vida financeira saudável reside na educação financeira e na tomada de decisões informadas: nessas horas, conte com o maior banco de dados da América Latina. O SPC Brasil está aqui pra te ajudar!

25/03/2024

    Acesso rápido

  1. Crédito rotativo: como funciona, quais os impactos e por que evitar
  2. O que é crédito rotativo?
  3. Como funciona o rotativo do cartão de crédito?
  4. Impactos negativos do crédito rotativo
  5. Como evitar o crédito rotativo?
  6. Crédito rotativo: dúvidas frequentes
  7. Cuide do seu nome estando atento ao crédito rotativo

Assuntos relacionados

Blog SPC Brasil: mais conhecimento, saúde financeira e informação de qualidade pra você!

Leia este texto e veja como financiar um carro com score baixo, como melhorar as condições e muito mais!

É possível financiar carro com score baixo? Vale a pena? Confira!

15/07/2024

Leia esta texto de veja como financiar um carro com score de crédito baixo, como melhorar as condições e muito mais!

O score de crédito avalia o seu histórico financeiro para dizer se você um bom pagador. A pontuação do score de crédito é muito importante. Saiba tudo aqui!

Score de crédito: o que é, como funciona e para que serve

18/01/2024

E aí, quando foi a última vez que você consultou seu Score de Crédito? Fazer essa consulta é o primeiro passo para entender se você tem muitas ou poucas chances de conseguir crédito para empréstimos e financiamentos. Hoje mostraremos como o Score de Crédito pode ser a chave para abrir portas incríveis ou trancar algumas oportunidades.

Entenda o que é cadastro positivo, como funciona e para que serve. Conhecer o significado de cadastro positivo vai ajudar a sua vida financeira. Saiba tudo!

O que é Cadastro Positivo: como funciona e para que serve

21/12/2023

Você já deve ter ouvido falar do famoso 'Cadastro Positivo', mas será que sabe o que ele é e como pode ser seu aliado nas finanças e na realização dos seus sonhos? Hoje vamos simplificar essa história e mostrar como esse cadastro pode ser a chave para um futuro financeiro próspero. Vamos nessa!